Grama natural para paisagismo: conheça a variedade mais indicada!

Grama natural para paisagismo
Grama natural para paisagismo

Selecionar a grama adequada para os seus planos para paisagismo não é uma tarefa fácil. Ainda mais que atualmente é fundamental a utilização da grama para atingir um resultado final satisfatório. Os gramados estão preenchendo cada vez mais ambientes, onde antigamente só havia plantas, flores e algumas árvores. Com o passar do tempo, as pessoas foram descobrindo que existe uma beleza a mais que os gramados poderiam dar origem, juntamente com outros fatores naturais, a um belíssimo gramado e se transformar em parte de uma inspiradora paisagem com grama e plantas.

Afinal, a figura do gramado no jardim está cada vez mais presente e sendo bastante utilizada pelos profissionais da área. Com o desenvolvimento de novas variedades de gramas, novas alternativas também passam a fazer parte do mercado. Desta forma, o cidadão conta com diversas espécies de gramada para montar e manter um bonito paisagismo em um jardim e apresentar resultados ótimos, dependendo também de seus planos.

Tipos de gramas naturais mais utilizadas no paisagismo

Por isso, é essencial frisar que as gramas naturais mais usadas para o desenvolvimento do paisagismo são: a grama bermudas, a grama esmeralda, a grama São Carlos e a grama Santo Agostinho. Vários projetos na parte frontal de imensas corporações utilizam até mesmo gramas nativas, como, por exemplo: a grama batatais ou mesmo a grama Mato Grosso.

Cuidados para ter um gramado ideal

Boa parte das pessoas seleciona somente pelo visual da grama e isso pode provocar um tremendo equivoco após o plantio e a obtenção de um resultado bem abaixo do esperado. A seleção pode afetar de maneira positiva e também de forma negativa o seu projeto. Existem vários elementos que devem ser levados em consideração antes de realmente fechar o negócio e levar um tipo de gramado para a sua residência.

Ao pensar em um projeto voltado ao paisagismo com uso de grama natural seja para uma casa ou para uma companhia, é precisa realizar um estudo a respeito das características de cada variedade de grama. Por exemplo: a taxa de manutenção, necessidade de adubação, questão de enraizamento, resistência ao pisoteio, as pragas, as enfermidades e as condições do clima.

Além disso, é essencial analisar o espaço destinado para o cultivo de grama e ter a certeza se é um ambiente de meia-sombra ou mesmo de sol pleno, se o terreno a receber a grama é argiloso, arenoso ou misto.

Basicamente, você precisa analisar todas as variedades de grama e suas particularidades que o tipo que será plantado de grama tenha condições totais de se desenvolver de forma apropriada, gerando uma grama bonita, saudável e vista. Verifique ainda o custo beneficio de cada variedade de grama em período curto, médio e longo.

Vale frisar ainda que o paisagismo se trata de uma arte que mostra que a natureza está ao nosso favor. Sendo assim, é possível mostra-lo em quase todos os lugares, desde em minúsculos vasos até a um grande e volumoso arranjo de flores. Todas essas variações ainda são encaradas como oriundas do paisagismo, então, tudo precisa ser programado e feito com muita dedicação, sempre mesclando criatividade, planejamento e cuidado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *